ÁREA DO ASSINANTE

Diretor Técnico da SulGesso, Eduardo Silva e Silva, fala sobre o mercado de Gesso Agrícola no Brasil


Em entrevista para o GlobalFert Eduardo Silva e Silva, Diretor Técnico da SulGesso, comentou sobre o mercado de Gesso Agrícola no Brasil.

Eduardo, Engenheiro Agrônomo e mestre pela Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC), é especializado em Manejo de Solo pela USP com interesse nas áreas de pedologia, mapeamento, nutrição de plantas e meio ambiente.

1. A SulGesso trabalha com gesso agrícola desde 2000. Qual é a sua visão sobre o mercado brasileiro de gesso agrícola?

O gesso agrícola começou a ser utilizado no Brasil no final da década de 80 e a SulGesso começou a trabalhar com ele a partir do ano 2000, ainda com a marca antiga, Engessul. A nossa visão sobre o mercado brasileiro de gesso agrícola é que é um mercado que está em forte expansão, uma vez que o gesso tem se mostrado um excelente produto em termos de fornecimento de cálcio e enxofre prontamente solúveis as plantas, combatendo ao alumínio tóxico e a descompactação do solo. Nos últimos anos o mercado tem estado em forte expansão da demanda, já que o produto começou a ser utilizado em maior escala por grandes produtores agrícolas, especialmente na região Centro-Oeste. Os primeiros anos do uso do produto no Sul do Brasil foram muito difíceis porque o produtor rural desconhecia os atributos do gesso no solo e suas aplicações. Foram necessários muitos investimentos em pesquisas agronômicas, palestras, dias de campo e eventos educativos para demonstrar ao produtor as capacidades que o produto tinha, de melhorar o enraizamento e a floculação das argilas no solo. O mercado tende a crescer especialmente porque o gesso agrícola é a fonte de enxofre solúvel mais barata e os solos brasileiros estão carentes de enxofre.

2. No ano de 2012 a SulGesso lançou o primeiro fertilizante mineral granulado a base de Sulfato de Cálcio. Quais são os diferencias deste produto e quais benefícios podem trazer para a produtividade?

O Sulfato de Cálcio granulado foi criado para fornecer ao mercado um produto que atenda às necessidades da agricultura cada vez mais mecanizada do Brasil, com a crescente expansão da agricultura de precisão, que exige produtos com baixa umidade, pouco pó, granulometria uniforme, facilidade de aplicação e cada vez maior concentração de nutrientes. Ao longo desses seis anos de pesquisas e comercialização do gesso agrícola granulado temos comprovado ganhos de produtividade em torno de 15 sacas no milho e de 6 a 8 sacas na soja. A grande vantagem deste produto em relação ao gesso agrícola em pó é a baixíssima umidade a maior concentração de cálcio e enxofre no grão e a menor quantidade de aplicação. Enquanto no Sul do Brasil se aplica em média uma a duas toneladas de gesso agrícola em pó por hectare, se aplicariam cerca de 350 kg do gesso agrícola granulado a lanço por hectare ou ainda 200 kg na linha, com base no que os ensaios agronômicos têm demonstrado.

3. Além de atuar no mercado de gesso agrícola a SulGesso atua em outros setores como a indústria. Qual a participação do gesso agrícola nos negócios da empresa? 

A SulGesso atua no negócio de coprodutos industriais, tendo como principais produtos o gesso Agrícola (oriundo da fabricação de Ácido Fosfórico que era feita em Imbituba até início dos anos 90) e os finos de minério de ferro, também oriundos da fábrica de Ácido Sulfúrico que havia na cidade. A empresa já exportou mais de 700 mil toneladas de minério para a China. Na totalidade dos negócios da empresa, o gesso agrícola representa cerca de 40% do faturamento.

4. Qual é o volume de gesso agrícola comercializado pela SulGesso? 

O mercado brasileiro de gesso agrícola tem poucos fornecedores, por depender da produção das plantas industriais de ácido fosfórico em atividade no País. As plantas hoje se localizam no Sudeste e no Centro-Oeste, mercados dominados pelos distribuidores daquelas regiões. No Sul do Brasil a única fonte de gesso agrícola disponível está localizada em Imbituba, o que confere à SulGesso uma posição logística favorável para atender todo o Sul do País, além de partes do MS e MT.

A SulGesso atende cerca de 30% do mercado brasileiro, através do fornecimento de gesso agrícola granulado, seco e em pó.

5. Quais são as principais culturas e regiões que utilizam os insumos agrícolas da SulGesso?

Soja, milho, trigo, pastagem, mas especialmente a soja. Atendemos RS, SC e PR, através de parcerias consolidadas com grandes revendas e cooperativas, como é o caso da Cooperalfa de SC e RS. Na soja o produto tem sido amplamente utilizado na forma granulada, por proporcionar maior enraizamento, melhor nodulação e maior peso de grão. Cada vez mais o produtor tem exigido precisão na agricultura, o que se traduz em produtos com uniformidade na granulometria, dureza adequada, baixa umidade e facilidade na aplicação.

6. No último mês o transporte de insumos agrícolas foi afetado pela greve dos caminhoneiros e o frete rodoviário pelo reajuste do preço. Quais foram os efeitos sentidos pela SulGesso na comercialização dos insumos agrícolas e quais são as suas perspectivas para o preço de frete do gesso agrícola?

A greve dos caminhoneiros afetou a totalidade dos negócios brasileiros e com a SulGesso não foi diferente. Entretanto, as entregas de fertilizantes têm maior concentração no segundo semestre, o que não afetou consideravelmente o volume e as previsões da empresa. De acordo com parceiros da SulGesso no ramo de transportes, o preço do frete deve se normalizar dentro das próximas duas semanas, com algum aumento de preço previsto

7. Quais são suas perspectivas para os preços de gesso agrícola no mercado brasileiro e transporte rodoviário para o próximo semestre?

A situação deve se normalizar para os fretes, com uma elevação nos preços para o segundo semestre, como dito acima. Para os preços do gesso Agrícola, visualizamos estabilidade para este ano.

Sobre a SulGesso

 A SulGesso Indústria e Comércio S.A. conta com mais de 30 anos de história e foi criada com a finalidade de oferecer ao mercado produtos de qualidade diferenciada, através do desenvolvimento de atividades de industrialização e comercialização de Sulfato de Cálcio (gesso agrícola). A empresa está localizada no município de Imbituba, litoral catarinense, e é detentora da maior reserva de fosfogesso do Sul do Brasil. Em 2011, depois de anos de pesquisa de mercados alternativos para a comercialização dos finos de ferro, a empresa exportou mais de 14 navios de óxido de ferro para a China. Um ano depois, em 2012, a SulGesso revolucionou o mercado agrícola ao lançar o primeiro fertilizante mineral granulado à base de Sulfato de Cálcio com alta concentração de enxofre e cálcio solúveis. Atualmente, SulGesso é líder no fornecimento de Sulfato de Cálcio na região Sul do Brasil.

 



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2019 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes