ÁREA DO ASSINANTE

Mosaic divulga resultados do primeiro trimestre de 2019


Mosaic divulgou um lucro líquido de US$ 131 milhões no primeiro trimestre de 2019 em comparação com US$ 42 milhões no ano passado. O lucro diluído por ação foi de US$ 0,34 comparado a US$ 0,11 no ano passado, ambos com receita de US$ 1,9 bilhão. 

No período, o EBITDA ajustado foi de US$ 430 milhões, comparado a US$ 399 milhões no mesmo período do ano anterior, e o EPS (1) foi de US$ 0,25 comparado a US$ 0,20 no mesmo período do ano anterior. Itens notáveis no trimestre foram relacionados principalmente a ganhos com transações em moeda estrangeira, ganho não realizado em derivativos e ganho devido a ajuste a valor justo do passivo de earnout relacionado à aquisição da Vale Fertilizantes. 

No trimestre, os custos mais altos afetaram todos os negócios da Mosaic, incluindo os custos associados aos impactos do clima na América do Norte e as mudanças regulatórias no Brasil. Combinados, os custos relacionados à manutenção e ao tempo de inatividade impactaram negativamente a margem bruta em US$ 77 milhões, incluindo US$ 9 milhões que a empresa designou como um item notável, em comparação com US$ 37 milhões no mesmo período do ano anterior. Esses custos impactaram negativamente o primeiro trimestre de 2019 EPS em US$ 0,15 por ação e o EPS ajustado em US$ 0,13 por ação. 

A Companhia revisou seu guidance de EBITDA ajustado para US$ 2,0 a US$ 2,3 bilhões, e ajustou o EPS para US$ 1,50 a US$ 2,00, refletindo principalmente o impacto das reduções e custos mais altos associados ao impacto das novas Brasil, o aumento dos impostos sobre recursos canadenses e a recuperação atrasada das margens de fosfato. A orientação de EPS também foi impactada por um aumento na taxa de imposto efetiva estimada para o ano todo.

“A Mosaic superou as mudanças climáticas e regulatórias para fornecer resultados sólidos. Esperamos que nossos negócios resilientes e fortes gerem bons resultados este ano e em todo o ciclo de negócios”, disse Joc O'Rourke, presidente e diretor executivo. 

O fluxo de caixa utilizado pelas atividades operacionais no primeiro trimestre de 2019 foi de US$ 176 milhões, em comparação com US$ 71 milhões usados no mesmo período do ano anterior. O primeiro trimestre reflete tipicamente uma construção de inventário sazonal que aumenta o capital de giro. A Companhia continua a esperar forte geração de fluxo de caixa para o ano inteiro. Os investimentos de capital totalizaram US$ 314 milhões no trimestre. O total de caixa e equivalentes de caixa da Mosaic, excluindo caixa restrito, foi de US$ 385 milhões em comparação com US$ 848 milhões no trimestre anterior, em grande parte devido ao aumento sazonal exacerbado nos estoques. A dívida de longo prazo era de US$ 4,6 bilhões em 31 de março de 2019.

wallstreetonline 08/05/2019



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2019 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes