Adubos Vera Cruz fala sobre aumento dos preços dos fertilizantes no segundo semestre.


Em entrevista ao GlobalFert, o Diretor Geral da Adubos Vera Cruz, Henrique Duchêne, falou sobre a sua visão para o mercado de fertilizantes e sobre a expansão da capacidade produtiva da empresa. 

Henrique Duchêne assumiu a Adubos Vera Cruz em 1983. 

1. A Adubos Vera Cruz trabalha com fertilizantes desde 1941. Qual é a sua visão sobre o mercado brasileiro de fertilizantes?

Quando comecei a trabalhar com fertilizantes, empresas grandes como Takenaka, CRA, Fertibras, Fertiza, Manah, IAP, Solorico, Copas, Quimbrasil participavam do mercado, todas, em sua grande maioria, de capital nacional. Hoje o capital estrangeiro domina o mercado de fertilizantes com um número menor de empresas com expressivos volumes financeiros e que atuam em toda cadeia produtiva do setor.

Apesar da concentração das grandes empresas e das dificuldades provenientes de uma legislação burocrática e um sistema tributário complexo nosso setor continua a crescer a cada dia e acreditamos que exista espaço para o tratamento personalizado, pontualidade na entrega, permuta de fórmulas, fórmulas específicas e o adubo entregue diretamente no campo.

2. A Adubos Vera Cruz possui uma unidade de produção em Ibaté/SP. Existem planos de expansão para outras cidades, estados ou regiões? 

Devido à empresa estar a muito tempo no mercado estava localizada no centro da cidade (Ibaté/SP), o que limitava a capacidade de produção e armazenagem. 

Recentemente, foi realizada a construção de uma nova sede no Distrito Industrial e aproveitamos o momento para diversos investimentos e inovações. Com o aumento na capacidade, ampliamos nossas entregas para os estados de Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso.

3. Quais são as principais culturas que utilizam os produtos da Adubos Vera Cruz?

Mesmo com o aumento da capacidade produtiva, a empresa continua a fornecer adubos para as culturas locais como a laranja e cana-de-açúcar. Com a queda nas entregas para a laranja, as entregas para outros estados foram ampliadas, porém continuaram focadas nos produtos destinados ao cultivo da cana-de-açúcar.

4. Qual é o volume de fertilizantes comercializado pela Adubos Vera Cruz? 

No primeiro ano de nossa nova unidade, 2016, atingimos um volume próximo de 70 mil toneladas de fertilizantes. Em 2017, até o mês de junho, já foram entregues, aproximadamente, 30 mil toneladas.

5. Quais são os desafios do mercado de fertilizantes que a Adubos Vera Cruz enxerga para 2017?

O começo do mês de junho apresentou uma fraca movimentação, porém na segunda quinzena o volume de entregas foi maior quando comparado com o mesmo período do ano passado. No próximo semestre, o ritmo das movimentações deve acelerar, principalmente entre setembro e novembro, e os fretes devem impactar os preços devido ao menor número de veículos disponíveis para as entregas.

Sobre a Adubos Vera Cruz

A Adubos Vera Cruz foi fundada por Nicolino Pileggi e está estabelecida na cidade de Ibaté, estado de São Paulo desde 1941. A empresa realizou em 2016 a expansão de suas operações com a construção de uma nova sede no Distrito Industrial na mesma cidade. 

 

Equipe GlobalFert, 07/07/2017

 

 



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2017 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes