Aparelho que indica quantidade ideal de nitrogênio durante adubação de cobertura pode reduzir custos nas lavouras de feijão


Uma pesquisa desenvolvida pela Embrapa Arroz e Feijão pretende oferecer melhorias para a utilização da cobertura nitrogenada por meio de um medidor.

Pedro Sarmento, pesquisador da Embrapa Arroz e Feijão, conta que este medidor se chama Clorofilômetro, que mede a intensidade da clorofila na planta de feijão como forma de estabelecer a quantidade de nitrogênio a ser aplicada na lavoura.

O nitrogênio é determinante para o potencial produtivo do feijão. Entretanto, a adubação nitrogenada ainda é feita sem uma medida correta, baseada em poucos dados científicos.

Com essa metodologia, é possível saber qual a quantidade exata de nitrogênio que a lavoura precisa.

É preciso criar uma área de referência na lavoura para adicionar 150kg em V3, saturando essa área com nitrogênio. Depois, é preciso tirar as medidas com o clorofilômetro nas áreas saturadas e nas áreas comuns. Recolhendo os números, há uma comparação da média das clorofilas para chegar em um índice necessário de nitrogênio.

 

Notícias agrícolas, 18/07/2017



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2017 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes