Novo fertilizante foliar blinda plantas da folha até a raiz


As variações climáticas são cada vez mais impactantes e determinantes na agricultura e com isso o produtor vive uma constante luta contra as intempéries para tentar blindar sua lavoura. Modificar o tempo e o clima ainda não é possível, mas já existem tecnologias que ajudam a aumentar a resistência das plantas, minimizando os impactos climáticos. A novidade no mercado é o fertilizante foliar Hulk, desenvolvido pela Kimberlit Agrociências, empresa especializada em nutrição e fisiologia vegetal, de Olímpia, no interior paulista.

O produto possui em sua composição, nutrientes e substâncias orgânicas capazes de induzir os genes de resistência em plantas, agindo nutricionalmente e fisiologicamente contra os estresses abióticos e bióticos. Ou seja, atua promovendo a maior produção de proteínas PR (proteínas resistentes a patogenicidade) nas culturas submetidas a: pragas, doenças, falta de água, excesso de luminosidades e nematoides (vermes de solo).

Segundo o engenheiro agrônomo, Juscelio Ramos de Souza, mestre em fitotecnia e pesquisador da Kimberlit Agrociências, o Hulk é o único indutor de resistência do mercado com ação de translocação nas plantas, aplicado via folha que consegue agir até o sistema radicular. “O produto pode ser posicionado em todas as fases fenológicas das culturas, aumentado os níveis de substâncias de defesa como: glucanases, defensinas, peroxidas, quitinases e tioninas”, diz.

Resultados comprovados

O Hulk foi desenvolvido para todas as culturas de interesse econômico, entre elas: algodão, café, citros, cana-de-açúcar, feijão, milho e soja e tem mostrado grande eficiência em todas elas. Segundo o Especialista da Kimberlit Agrociências, diversos resultados de pesquisas em instituições e áreas experimentais em propriedades (campos de produtores) já demonstraram a eficiência do fertilizante em induzir a resistência em plantas. “Os resultados já foram comprovados na indução de resistência ao ataque de nematoides na cultura da soja, através de experimentos conduzidos na Fundação MT em Rondonópolis/MT, Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF/RJ) e Universidade de Passo Fundo (UPF) no Rio Grande do Sul”, diz Souza.

Além disso, um experimento realizado na cultura da soja pela SEEDS consultoria em Passo Fundo, na safra 2016/2017, comprovaram a eficiência do fertilizante no ganho de produtividade. Ao utilizar apenas os fungicidas padrões no manejo fitossanitário da soja, foram colhidas 67 sacas de soja por hectare. Já ao utilizar o Hulk via aplicação foliar associado aos fungicidas, houve um salto para 72,9 sacas da oleaginosa por hectare, um aumento de mais de cinco sacas por hectare.

 

Portal do Agronegócio, 06/07/2017



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2017 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes