Capacidade de produção de fertilizantes do GCC cresce 12% em 2017


A capacidade de produção de fertilizantes na região do Golfo Árabe atingiu 42,3 milhões de toneladas por ano em 2017, aumentando 12% em relação ao ano anterior, um novo relatório da Gulf Petrochemicals and Chemicals Association (GPCA). 

De acordo com o relatório intitulado "2016 GCC Fertilizer Industry Indicators", a indústria expandiu-se com a maior taxa de crescimento ano a ano desde 2011 e superou o crescimento anual global de 8% ao ano na última década. As adições de capacidade em 2017 são principalmente impulsionadas pela Arábia Saudita, o maior produtor de fertilizantes da região, com projetos como Waad Al Shamal, uma joint venture de $ 7 bilhões entre Ma'aden, SABIC e Mosaic, entrando em circulação.

Em 2016, a indústria de fertilizantes do GCC gerou US $ 5,2 bilhões na receita de vendas, com planos de investir US $ 8 bilhões em novos projetos nos próximos anos. Até 2025, espera-se que a capacidade regional atinja 49,8 milhões de toneladas, crescendo a uma taxa constante de 2% ao ano. Dos 7,4 milhões de toneladas adicionais de capacidade de fertilização a serem agregadas até agora e 2025, 95% virão da Arábia Saudita, aumentando a participação do país na produção regional de fertilizantes para 58%, acima de 51% atualmente. 

As exportações de fertilizantes do GCC também estão crescendo em 7,3% ao ano na última década. Essas exportações representam cerca de um terço do volume de exportação de produtos químicos, com 90% vendidos nos mercados internacionais.

 

Saudi Gazette, 30/09/2017



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2017 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes