Petrobras vai retomar obras na Refinaria Abreu e Lima que produzirá enxofre para fertilizantes


As obras de construção da carteira de enxofre da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, serão retomada nas próximas semanas. A Petrobras assinou contrato com o Consórcio Conenge SC/ Possebon para a conclusão da Unidade de Tratamento de Águas Ácidas (UTAA) e da Unidade de Tratamento com Metildietanolamina (MDEA), e suas interligações.

De acordo com a estatal, as obras permitirão que a operação do primeiro conjunto de unidades (Trem 1) da refinaria ocorra em plena carga de 115 mil barris de petróleo por dia (bpd). Desde o início da operação em 2014, o Trem 1 tem a carga de 100 mil bpd.

A Petrobras informou que as duas unidades são responsáveis pelo tratamento dos líquidos e gases resultantes do processo de produção de combustíveis com baixo teor de poluentes, entre eles o Diesel S-10 [diesel com até 10 partes por milhão de enxofre]. Com isso, haverá geração de carga rica em enxofre para a Unidade de Abatimento de Emissões da refinaria, que produzirá, então, ácido sulfúrico, produto com várias aplicações industriais, como na produção de fertilizantes e no processamento de minérios.

A Refinaria Abreu e Lima, localizada em Ipojuca, no Complexo Industrial Portuário de Suape, distante 45 km de Recife, está em operação desde 2014.

 

Isto é, 23/06/2017



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2017 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes