Culturas

Adubação auxilia no equilíbrio e revitalização de solo na cana-de-açúcar

A Campanha “Somos Solo, Somos Sementes, Somos Mais Produtividade” do grupo Fertiláqua tem em um de suas frentes a busca pela conscientização no cuidado e na importância do uso dos solos brasileiros, visando uma agricultura de qualidade e com alta rentabilidade para o produtor.

No Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2015, o rendimento médio dos canaviais brasileiros foi em torno de 75 toneladas/ha, com uma produção total no país de 748 milhões/ton. Comparado a anos anteriores, a produtividade de cana-de-açúcar tem se mantido linear e o desafio dos produtores é evoluir este número e ter maiores números de cortes no ano.

Para aumentar o cultivo médio da propriedade, algumas medidas podem ser tomadas pelo agricultor como maior atuação no controle de redução de pragas e doenças e melhorias nas condições do solo que será preparado para receber cana-de-açúcar, uma vez que este último fator incide diretamente no crescimento e na qualidade da planta, e, consequente, na produtividade da lavoura.

Uma das opções, é o uso de condicionadores de solo que apresentam resultados positivos em solos deteriorados, compactados ou salinizados. Um dos objetivos dessa solução é proporcionar maior aeração e descompactação, além de maior retenção de água e ocupação pelas raízes.

Entre os manejos disponíveis, está também a utilização de ácidos orgânicos – fúlvicos e húmicos – no processo de revitalização da qualidade do solo, pois atuam na composição física e são um fonte de alimento para microrganismos. Entres os benefícios desse processo, aumento na produção orgânica, na liberação de nutrientes e maior eficiência em solos que foram adubados com fósforo.

Outro fator importante no cuidado de cana-de-açúcar, é a adubação de solo e a reposição de palhada, medidas que devem ser feitas no dia-a-dia do campo. Dessa forma, será possível conquistar uma melhora no perfil e no equilíbrio do solo e uma maior longevidade no canavial.

 

Notícias Agrícolas, 12/09/2017

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo