Culturas

Agricultores encaminham final do plantio da safra de verão

De modo geral, conforme o Informativo Conjuntural divulgado na semana passada p ela Emater/RS-Ascar, as condições climáticas registradas nos últimos dias favoreceram o trabalho de plantio das lavouras, mas prejudicaram o desenvolvimento das áreas já cultivadas.

Arroz

A área de 1,136 milhão de hectares prevista para a cultura do arroz já foi toda plantada. Apesar do atraso na evolução da atual safra, motivado pelo excesso de chuvas ainda em outubro e que retardou o plantio, as lavouras apresentam bom desenvolvimento e poucas falhas na germinação, sendo que algumas começam a entrar em fase reprodutiva, fato que deverá se mostrar, de maneira mais expressiva, nas próximas semanas.

Mesmo com a pouca chuva registrada nesta última semana, os mananciais hídricos se encontram nos níveis considerados normais para esta época do ano, não havendo problemas com a irrigação. Nas lavouras mais adiantadas, seguem as aplicações de adubos nitrogenados, além do controle de inços e pragas.

Feijão

Restando apenas 2% da área a ser semeada, o plantio da safra de feijão está praticamente concluído no Estado. As últimas lavouras implantadas apresentam bom desenvolvimento, com os produtores fazendo a adubação nitrogenada de cobertura e a aplicação de inseticidas para controle de pragas, especialmente a vaquinha (Diabrótica speciosa).

Milho

Os dias quentes e abafados, intercalados por chuvas esparsas e de fraca intensidade, prejudicaram o desenvolvimento do milho, cujo plantio chega a 95% dos 876 mil hectares previstos para esta safra.

Com mais da metade das lavouras nas fases críticas de floração e enchimento de grão, a falta de umidade no solo tem levado alguns produtores a solicitarem o Proagro para a cultura, principalmente no entorno de Ijuí, no Noroeste Colonial, bem como nas Missões. Os próximos 15 dias serão decisivos para a cultura, que deverá ter cerca de 60% das lavouras nas fases críticas em relação à deficiência hídrica.

Soja

O plantio da soja se encaminha para o final, com as lavouras apresentando stand de plantas regular. As áreas implantadas no início do período recomendado se estabeleceram de maneira satisfatória, apresentando desenvolvimento regular, sendo prejudicadas, em parte, pelas altas temperaturas e baixa umidade do solo.

As áreas plantadas recentemente estão sendo mais afetadas pela baixa umidade do solo e pelas altas temperaturas registradas por períodos mais longos. O desenvolvimento das lavouras é lento em áreas onde não chove há mais de 20 dias, e os sojicultores estão preocupados com o crescimento da cultura abaixo do esperado.

Jornal Minuano, 21/12/2014

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo