Culturas

Fertilizantes: uma parte chave do aumento dos rendimentos das culturas

A terra é um recurso finito e, portanto, limita as perspectivas de crescimento e aumentos drásticos nas terras aráveis. Da mesma forma, as estações de plantio têm dias limitados, o que limita o aumento da frequência de plantio. Por exemplo, o milho cresce quando o clima está adequado e leva cerca de 60-100 dias para estar pronto para a colheita.

Entre os rendimentos reais e os rendimentos atingíveis para o milho, o rendimento real da África Subsaariana é apenas um quinto do seu rendimento total atingível. O rendimento real da Oceania está muito próximo do seu rendimento total atingível. Assim, o aumento da produtividade das culturas nas terras agrícolas disponíveis poderia ser a melhor solução para o problema do aumento da produção agrícola.

Um documento intitulado “Uso de fertilizantes minerais e o meio ambiente”, publicado pela IFA (International Fertilizer Industry Association) e pela PNUMA (United Nations Environment Programme), afirma: “Entre os vários insumos agrícolas, fertilizantes, talvez próximo apenas à água, são os que mais contribuem para o aumento da produção agrícola”. O impacto do uso dos fertilizantes é visível no aumento de produção e rendimento das culturas. 

 

Market Realist, 17/01/2017

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo