Culturas

Projeto permite levantamento detalhado das despesas com fertilizantes e defensivos dos agricultores

A associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS) apresenta nesta quinta-feira (25) um amplo mapeamento dos custos de produção e da rentabilidade das culturas da soja e do milho em diferentes regiões do estado.

O trabalho é uma das ações do Projeto de Mapeamento Agrícola do estado (MEA/MS), desenvolvido pela entidade e a secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), em parceria com a Embrapa Agropecuária Oeste e o Sistema Famasul.

A iniciativa permitiu o levantamento detalhado das despesas dos agricultores sul-mato-grossenses com insumos como sementes, defensivos, fertilizantes, maquinário e manutenção de equipamentos, assim como mão de obra e preço da terra ao produtor, nas regiões de Três Lagoas, Maracaju, Sidrolândia, Ponta Porã, Iguatemi, Naviraí, Chapadão do Sul, Sonora, Costa Rica, São Gabriel e Amambai.

Além do raio-X sobre as duas principais commodities agrícolas do estado, a entidade também apresentará nesta quinta um aplicativo que vai auxiliar o agricultor no controle dos seus gastos. A ferramenta, que será disponibilizada gratuitamente para smartphones, utilizará dados do levantamento para auxiliar o produtor na toma de decisões e nos investimentos.

A apresentação dos resultados do MEA/MS e do aplicativo vai ocorrer a partir das 8h na sede do Sistema Famasul, em Campo Grande.

 

G1, 24/05/2017

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo