Logística

Portos paranaenses batem recorde de movimentação em 2020, com destaque para fertilizantes

Os portos paranaenses movimentaram 57,3 milhões de toneladas em 2020, volume que consolida uma nova marca histórica. Os dados divulgados nesta quarta-feira, 06/01, pela empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, mostram uma alta de 8% em relação ao recorde anterior, registrado em 2019 (com 53,2 milhões de toneladas). O balanço confirma 2020 como o melhor ano das exportações paranaenses.

Segundo Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná, a marca histórica foi resultado do bom momento do agronegócio brasileiro. “O cenário foi muito bom e se mantém promissor para 2021. Apesar do plantio tardio da soja, nossa programação mostra que teremos movimento intenso já no primeiro trimestre”, adianta.

O relatório com os dados consolidados mostra que mais da metade de toda a movimentação de 2020, cerca de 65%, foi de granéis sólidos. Foram 37,3 milhões de toneladas, de importação e exportação. A alta registrada é de 7% em relação às 34,9 milhões de toneladas de 2019.

No segmento, a soja representa o maior volume. Foram 14,2 milhões de toneladas exportadas em 2020. O volume final é 26% maior que o registrado no ano anterior. Na importação, o destaque foi fertilizantes. Em 2020 foram importadas 10 milhões de toneladas. Alta de 6% na comparação com 2019.

Os maiores percentuais de aumento no balanço do ano foram nos segmentos de carga geral e graneis líquidos. Ambos cresceram 10%, nos dois sentidos do comércio exterior. De carga geral, que inclui a celulose, o açúcar em saca e as cargas especiais e de projetos, por exemplo, foram 12.440.696 toneladas importadas e exportadas. Em 2019, no ano todo, 11.342.111 toneladas foram movimentadas no segmento.

Portos do Paranaguá, 06/01/2020

Fonte da Imagem: pixabay

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 1 =

Botão Voltar ao topo