Mercado

Brasil aumenta a importação de fertilizantes em 50%

De acordo com as características de consumo observadas no início do ano, tudo indica que a tendência de consumo no ano passado será novamente observada este ano, com produtores garantindo suas necessidades no campo antecipando as compras.

A Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) divulgou seu boletim logístico estimando que uma parcela significativa das necessidades do produtor rural já teria sido negociada. Os produtores vêm capitalizados devido à alta nos preços dos grãos favorecendo a relação de troca e induzindo o adiantamento de vendas de parta da produção futura.

O Brasil importou 50,5% a mais em janeiro e fevereiro de 2021 se comparado com o mesmo período do ano passado em um total de 5,7 milhões de toneladas. O estado do Mato Grosso foi responsável pela maior parcela, representando aproximadamente 25% do total nacional.

O Centro Oeste vem seguindo a mesma tendência, observada em todas as regiões características pela produção de grãos. O governo vem se preocupando com a dependência do mercado internacional de fertilizantes criando o Plano Nacional de Fertilizantes, porém há informações quanto a futuras mudanças que deve afetar a incidência do ICMS para fertilizantes, aumentando os preços e dificultando o incentivo a produção nacional.

Agrolink, 01/04/2021

Fonte da imagem: Freepik

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + catorze =

Botão Voltar ao topo