YPFB expande produção de Ureia e Gás Natural para Paraguai, Argentina e Peru


A empresa YPFB (Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos) está preparando a abertura de três filiais na Argentina, Paraguai e Peru, onde já está negociando mercados para ureia e gás bolivianos, informou o ministro dos Hidrocarbonetos, Luis Alberto Sánchez.

"Estamos trabalhando com alguns mercados menores, mas importantes. Vamos abrir um escritório em Salta (Argentina), no Paraguai, teremos um escritório de marketing não só para ureia, mas também para GLP (gás de petróleo liquefeito), GNV (Veículo de gás natural) e gás natural em Assunção; e ao sul do Peru, em Arequipa ", revelou à estação de rádio estatal Patria Nueva.

No caso da ureia, ele ressaltou que Cuiabá (Brasil) "é o nosso maior mercado". A essa região do gigante sul-americano estão adicionados Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rio Grande. Outro objetivo é aumentar o volume do mercado interno que até o momento é estimado em 10 mil toneladas.

"Esperamos que, até o final do ano, o mercado interno possa crescer para cerca de 40.000 e 50.500 toneladas e queremos colocar nesses novos mercados aproximadamente 200.000 toneladas, o que já seria a capacidade de produção da planta", afirmou.

Adicionada às 335 mil toneladas de fertilizantes que já chega no Brasil através da empresa suíça Keytrade, espera-se que exceda 600 mil toneladas.

"A capacidade da nossa usina é de 760 mil e, obviamente, vamos progredir, mas nosso objetivo é ter mais de 600 mil toneladas de ureia em contrato", disse Sánchez.

 

La Razon, 01/02/2018



Cadastre-se e receba semanalmente e gratuitamente direto em seu e-mail a Newsletter do GlobalFert.



© 2018 GlobalFert - Todos os direitos reservados

Principal provedor de informações
estratégicas no mercado de fertilizantes